sexta-feira, 24 de abril de 2009

Quinto Episódio do Aprendiz 06: João x Justus.

O programa ontem foi S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L!! Melhor programa ever.
A prova em si não teve nada demais e passou em 2 minutos, no máximo. As equipes tinham que divulgar o aparelho Smartphone Palm Centro (é cada nome!) para estudantes universitários da Uninove. Deveriam conquistar clientes e cadastrar as pessoas num site criado pela empresa. Com esse cadastro, eles poderiam comparecer a um pocket show (um show que cabe no bolso?) de Toni Garrido.

Enquanto a equipe Best seguiu a risca o dossiê e se preocupou mais com a qualidade da abordagem ao cliente e cadastrou menos de 300 pessoas, a equipe Maxxi se preocupou com a quantidade de gente que poderia cadastrar e cadastraram 401 pessoas (Mayte quase saiu pulando pela universidade de alegria).

A equipe Best ganha a prova e a líder Mariana escolhe Álvaro para não viajar para Miami. O psicólogo ficou no hotel jogando Wii e se roendo por dentro. A líder da Maxxi, Mayte, que estava crente que iria ganhar, ficou boquiaberta sem acreditar que perdeu a prova, assim como os demais membros da equipe. Até aí tudo bem.

A reunião começa e Justus se dirige diretamente para João. Mostra um vídeo em que ele fala que não sabe qual foi o motivo que levou a equipe dele a perder, já que tinham seguido os críterios apontados por Justos: o número de cadastros e número de pessoas que iriam à festa (bem, isso foi o que ele imaginou que Justos tinha deixado claro).



Sugeriu ainda que a equipe dele foi melhor e se tinham perdido teria sido por um motivo que ele poderia imaginar, e que ficava na cabeça dele (Enfim, ele achou que estava no Big Brother Brasil e que o que eles estavam falando seria editado quando fosse mostrar para o público e que ele seria o novo vilão da edição, sendo assim, o público iria votar para tirá-lo. Só pode ter sido isso). Falou também que tinha escrito uma carta com 10 páginas de motivos contra a decisão nesta tarefa e em tarefas anteriores, mas que só mostraria na sala de reunião.

Quando Justus perguntou se o grupo concordava com o João eles se cagaram de medo e disseram que o número de pessoas era só um dos objetivos (ou seja, cala a boca João!). João fica com cara de bunda e começa a tentar se justificar, dizer que ele não disse que aqueles eram os únicos objetivos (você disse sim, João!), mas sem dar o braço a torcer no quesito meu grupo foi melhor.

Aí Justus apresenta outro vídeo, em que ele, o justo, explica os objetivos da prova. João admite que se equivocou e Justus solta: “Você se equivocou, João, vamos falar agora da sua imaginação, por que você imagina por que o outro grupo ganhou a prova, questionando a integridade do programa, querendo insinuar que os conselheiros e eu beneficiamos a outra equipe em detrimento à sua” (nesse momento a gente já sentia a cova de João esperando por ele).

Justus pede pra ver as páginas de argumento. João tira as folhas de caderno do bolso (imagem patética). Fala que seu banner estava muito bom e que Walter Longo se impressionou com ele. Justus dá uma risadinha (mortal) e ironiza dizendo que Walter tem dez outras páginas de contra-argumentos.

São mostradas fotos dos dois stands, A estrutura física do quiosque da Best estava impecável. Era um stand de verdade com um fundo que o cobria por inteiro. Tinha uma tela de plasma mostrando o produto. E o produto também exposto em estruturas de acrílico.

Já à da Maxxi era uma mesa de plástico e no chão tinham bolsas espalhadas (Walter Longo gentilmente comparou o stand a um acampamento). Além disso, havia excesso de papeis em cima da mesa, recobrindo o produto, que não era exposto adequadamente. Walter Longo perguntou se o banner era de algum teste de visão, porque não dava para ler o local onde seria realizada a festa (por sinal, o local que tinha no banner estava errado).

Dessa vez, até o Walter Longo se exaltou (João foi enfiar o nome de Walter no centro e se lascou) e disse que não acreditava que eles com uma estrutura tão ruim poderiam achar que o outro grupo não poderia fazer melhor. Mayte tenta defender a bagunça, dizendo que o stand estava tumultuado porque recebiam muitas visitas (fica caladinha, Mayte). Walter começa a falar do folheto, que, resumindo, tava uma porcaria.



Mayte diz que o produto era um meio para chegar até a festa, Walter diz que é justamente o contrário e que esse foi o erro principal do grupo. Agora, venhamos e convenhamos como a Mayte disse, numa das cláusulas do dossiê estava escrito: Promover um evento da Palm em uma universidade através da demonstração do produto e divulgação do site para cadastramento. Mas Boninho/Justus falou que isso era apenas uma cláusula e que o objetivo estava repetido várias vezes no dossiê. E afinal de contas, o Justus é muito justo.



João ainda fica duvidando que o grupo Best foi melhor na prova. Justus fica dando mais foras nele. Nós aqui em casa ficamos com mais vergonha por João.

Mayte tenta se justicar, em vão. - Eu não sei por que eles ainda perdem tempo tentando discutir com Justus e conselheiros se não adianta de nada. Melhor ficarem caladinhos, como nossos amigos Rodrigo e Rafael (por sinal, Rafa tinha dito que estava cheio de coisas para dizer).
Claudio, o outro conselheiro, finalmente abre a boca (até então eu pensava que ele era mudo) e diz o que os outros dois já tinham falado mil vezes, que pecaram na demonstração do produto (obrigada por contribuir, Claudio, sem você essa reunião não teria sido a mesma!).

João inventou de abrir a boca de novo. Justus bufando de raiva (e eu morrendo de medo) mostrou o outro vídeo, em que João manda todo mundo ficar calado, para que Justus e os conselheiros não pudessem saber o que eles iriam dizer. E que ele pergunta por que Justus e os membros querem saber tudo o que a equipe pensa, se estão temendo alguma coisa que a equipe faça (João muito louco!!). Justus se armou todo (mais medo) e falou que o programa não é um jogo (tenho certeza que João é super fã do Big Brother), é programa sério e que João teve cinco edições para ver do que se tratava o programa – Nisso João que já estava se tremendo todo agora estava quase chorando – Justus, cada vez mais p. da vida, continua falando, dizendo que não entende porque João mandou todo mundo ficar calado, que eles tinham mais que falar mesmo, porque ele quer conhecer as pessoas.

João fala que falou pra ficarem calados para se protegerem (com medo que alguém fosse para o quarto branco, acredito). Justus lembrou a ele que os únicos inimigos de dentro do programa eram eles mesmos (afinal só um deles ganhará o milhão... quer dizer... será contratado).
João já todo murcho falou: “É o que vocês querem que seja”.
Justus: “É o que é! O seu oponente está do seu lado”.
Disse que poucas vezes ficou irritado nos seis anos do programa como ficou com ele (os foras que ele dá geralmente devem ser só hobby, ele fica tranqüilo).



João ainda insiste que o grupo dele foi melhor (teimosia tem limite, hein colega?!). Justus diz que João foi injusto com eles e que não era pra disputar nada com ele e os conselheiros.
João falou que queria salvar a equipe (Detalhe, que nessa hora TODOS os outros membros da equipe estavam bem caladinhos)!

E o grande finale, Justus fala que João não entendeu as regras do programa e que ele terá bastante tempo de entender em casa, pois estava demitido (me arrepiei nessa hora).
Ah sim, não se esquecendo de mandar João pegar as 10 páginas e milhares de argumentos e pensar neles em casa (desconfio o que ele queria mesmo era mandar João fazer outra coisa com as 10 páginas).



E o melhor de tudo foi a frase do João indo embora: Às vezes a gente tá errado achando que a gente está certo, mas às vezes a gente está certo sem nem perceber que a gente tá errado (ou seja, a gente está sempre errada?).

3 comentários:

Kha disse...

Ficou ótimo Mai! Muito bem escrito e detalhado! Mas o melhor são os comentários! ahahahah
João voltou pra Granja, e está até agora lendo e relendo as 10 páginas da lista que ele escreveu.

Ju disse...

Primeira vez que assisto o programa e já ganho um presentão de espetáculo daqueles! ahahahaha
meo, muita vergonha por ele, MUITA!
Medo do Justus, muito medo.

Babi disse...

Afes, perdi o programa, fui ver filmes e mais filmes, perdi tudo ontem, MAI arrasou! nem preciso catar videos sua narrativa esta perfeita, fiquei imaginando os comentarios magestrais que vc fez.
Simplesmente perfeito, vou acompanhar aprediz pelo blog rsrsrs