sábado, 4 de julho de 2009

Nhá? PARTE 2

Dando continuidade à série sobre palavrinhas e expressões particulares de cada um dos estados a que pertencem as meninas volupiosas... vamos viajar agora pelo que Kha e seu povo costuma falar pelas bandas do Paraná...

Os comentários em vermelho são meus, Kacau, os de verde são de Mai, pernambucanas da gema, e os azuis são de Kha, a típica paranaense. Fizemos algumas comparações com os significados das palavras por aqui, só uma amostra do quanto nosso Brasilzão é grande e cheio de diferenças!

Vamos lá... vamos nos divertir mais um pouco...

DICIONÁRIO DE CURITIBÊS




Acolchoado: coberta normalmente feita de lã de carneiro (aqui em Recife, acochoado é tudo que é feito com tecido fofinho... já começaram as diferenças!!! :P) mentira que não se fala acolchoado? fala o que então? pois é, aqui não precisa ser de lã de carneiro não, sendo fofo é acolchoado.
Adevogado: pronúncia curitibana para a palavra advogado (comentário de Kha no MSN quando mostrei pra ela o dicionário: “Eu não falo adEvogado! ... Quer dizer.. Falo sim!!! Kkkkkkk”) tive que admitir né?
Alôco: Expressão que indica que o indivíduo está ficando louco por deixar que façam aquilo com ele. isso é muito minha adolescência... tipo na escola, quando algum menino era zoado por alguém mais novo, ou por alguma menina, aí a escola toda gritava: ALOOOOOOCOOOO!!! Aqui (Recife) a gente fala: Deixa de ser mamão!
Alugado: Pessoa metida. Ex: que alugado! Aquele piá só se acha! adolescência de novo!
Amarra: trava das frutas que ainda estão verdes. Ex.: Este caqui está amarrando! sabe aquele gosto ruim que dá na boca depois que você come uma fruta verde? então, isso que é amarra =D Aqui é ranço ou visgo! :P
Apurado: com pressa para ir ao banheiro não só no banheiro, no trânsito também... anda logo FDP que eu to apurada!
Arregado: algo bom, que está levando vantagem gíria adolescente também
As meia: repartir pela metade (geralmente as despesas) (Detalhe: segundo Kha, todo curibano tem mania de falar metade das frases no plural e metade no singular) isso mesmo, por exemplo: As guria de Recife vão tudo pra casa da Babi em julho.
Azeite: óleo de soja (to me lembrando da filha de uma amiga que chama mortadela de salsicha, cuzcuz de milhinho... acho que eles vão no mesmo caminho hehehe) E como é o nome do Azeite mesmo?
Báia: casa. Ex: vou para a báia do fulano (Nós vamos ficar na báia de Babi, no Rio!) coisa de vileiro falara baia... aliás, vileiro também é gíria... são os maloqueiros daqui
Banana caturra: banana nanica (vou lembrar sempre que estiver resfriada... parece com catarro)
Batata salsa: mandioquinha mandioca é uma coisa, batata salsa é outra
Béra: cerveja alguém afim de umas beras hoje? Taí, eu sou especialista em cerveja (em beber, claro), mas esse nome eu não conhecia!
Beti-ombro: jogo de beti (Nhá? Vou deixar pra Kha explicar porque num sei o que é beti :P) a gente, nunca jogaram betes na rua? não sei explicar também não, não sou fã de esportes hahaha Alguém favor pode definir Beti?
Bidê: criado mudo (complementando... na minha terra - e vi que por lá também – bidé é o “acompanhante” do vaso sanitário, utilizado para limpar as partes intimas quando não existia o santo chuveirinho, ou duchinha, se preferirem) Kkkkkkkkkkkk! Essa é ótima, bidê aqui era item certo nos banheiros de antigamente para se lavar depois de fazer suas necessidades!





Biscate: prestadora de serviços amorosos (a profissão mais antiga do mundo)
Bolacha: termo mais comum que biscoito (Doce ou salgado, é tudo bolacha!) biscoite é coisa de frango hahahaha
Bolsa: pasta de colégio (e bolsa é o que? Carteira?) bolsa é qualquer coisa que use pra carregar as coisas
Bonde: ônibus (olha os tempos antigos em alta!) eu chamo de busão
Broa: pão (em Recife, broa geralmente é de milho... huuum... delicia!!)
Bucuva: pancada na cabeça com mão fechada, croque (dava tanto em Mai quando ela era pequena... e recebia do meu pai por ter dado em Mai :P) nunca falei isso na minha vida! Ainda bem que eu cresci...
Cabeça: sinônimo de pessoa. É tipo assim: quantas cabeça vão também? Quantas pessoas vão também? vão 5 cabeças pra casa da Babi
Cachorro: "Fazer um cachorro" significa fazer uma troca! essa é nova pra mim Pra mim então...
Caipora: sujeito ridículo, sempre tem desculpa pra tudo nova pra mim também Pra mim caipora = Babi, ou seja, quem fuma muito.
Calça de brim: calça jeans (e a de brim, se chama como?) o que que é calça de brim? brim e jeans pra mim é a mesma coisa Nem me perguntem, que de moda eu entendo nada (Kacau tentou me mostrar, mas tou na mesma).
Calcinha, chiquinha ou rabicó: tipo de elástico para cabelo (ainda bem que vi isso... já imaginou se Kha me pede uma calcinha emprestada para colocar no cabelo? No mínimo ia pensar que ela tava de pareia com Tarso Cadore... seus LOCOS!) não falo calcinha não, falo rabicó mesmo! Pitó é tão mais simples...
Capilé: groselha (por que? Que que vcs tem contra o nome da coitada da groselha? :P) capilé era uma marca de groselha Resumindo: capilé tá para groselha como bombril tá para palha de aço, né?
Careta: cigarro (careta é o que faço quando alguém fuma ao meu lado hehehe... tamos quase lá!) bem típico de fumante: "o cara, tem um careta aí?" Oi Babi!
Carpim: meia masculina (já notei que o Paranaense adora dar nome às coisas que já tem nome :P)
Cartucho: saco de papel Como é o nome que vocês dão para os cartuchos de tinta de impressora, Kha?
Catarina: catarinense (Aná e Manu... Quando penso que eles são chamados pelo meu nome, me dá vontade de ir ali no cartório mudar...) Aqui é o nome que se dá a minha irmã mais velha (e única).
Catina: chinelo de borracha
Catrefa: gentarada, muitas pessoas
Champinha: tampinha de garrafa (huuum)
Chineque: pão doce (N-O-S-CEDILHA-A! by o galego do quadro de Amy no Pânico) chineque, cuque, tudo a mesma coisa
Chuncho: improvisação mal feita vou fazer um chuncho aqui, uma gambiarra Se falassem "vou fazer um chuncho" pra mim, eu providenciava num instante um rolo de papel higiênico
Churriu: dor de barriga, diarréia.
Cozido: embriagado mai tá sempre cozida! Não entendi :P
Curitiboca: pessoa que tem mania de reclamar ou por defeito em tudo que vê. (Um chato de galocha, por aqui...) mais conhecido como: Kharina
Daí: expressão comumente utilizada pra substituir o ponto final (Bozena que o diga!) eu não falo daí!! ¬¬ ahahaha Não fala pouco, né Kha?
De volta: de novo. Ex.: Você vai à cidade de volta? mentira que vocês não falam de volta? falam o que então? Resposta para a pergunta de Kha: de novo.
Dinherudo: pessoa abastada, mas que vive lamentando da falta de dinheiro (um coitadinho, poooobre...)
Disgranhento: sujeito mal, desgraçado (pense num bicho ruim... aqui se usa quase da mesma forma. EX: tive uma darréia desgranhenta! Vivi um dia de rainha... só no trono!)
Dolé: picolé (rimou!) tio, me vê um dolé
Empachado(a): estufado(a) (I-G-U-A-L-Z-I-N-H-O a aqui =D)
Enlear: embrulhar (presente, por exemplo) ou enganar alguém.
Ensebar: perder tempo (comparando: ensebar aqui é estar todo melecado. EX: A panela em que fritei o hambúrguer estava toda ensebada) sabe quando a Fran ficava enrolando pra beijar o Max? então, ela ficava se ensebando, ficava naquela ensebação Pois é, aqui é se sujar :P
Estarlete ou periquita: fiscal de controle de estacionamento urbano. (MORRI de rir com esse... ficou eu e Ju tentando entender quem danado era esse fiscal... só depois que Kha nos explicou bem muito, chegamos à conclusão que, por aqui, esse dignifico homem é o maloca (maloqueiro) que vende o papelzinho do estacionamento Zona Azul :P) E periquita é sinônimo de pixoca.kkk
Foco: lâmpada (em Curitiba, para você mudar de assunto, de foco, basta trocar uma lâmpada!)
Fuque: carro volkswagen, conhecido no resto do Brasil como fusca (hihihihi)
Galeto: Muito rápido vou ali na panificadora no galeto comprar uma coisinha e já volto Galeto aqui é o frango assado na fumaça todo arreganhado (ah, vocês sabem o que é arreganhado, né? já ouviram falar na posição frango assado? Pronto!)
Galinha de porão: curitibano que não toma sol e fica branquelo. Quando vai à praia está mais branco que galinha de porão (Kha! É tu?) hahahahah totalmente eu! Ou seja, Galinha de porão = Kha. Antônimo de galinha de porão = eu (Mai).
Gasosa: refrigerante - abacaxi, framboesa, limão, gengibirra (De gengibre? Sério? Deve ser uma delícia! -> ironia) AMO GENGIBIRRA! vou ali na panificadora no galeto comprar uma gengibirra! Tem de guaraná não?
Gralha: Indivíduo que ñ para de falar. Ex: "Fica quieto, ñ fique me gralhando!" gralha = Ana Carolina Madeira... não cala a boca e ainda tem a voz chata!
Guarda: velório ? nunca ouvi falar
Jacu: caipira tem ainda jacú de teta, que é mais brega ainda!
Jaguara: adjetivo usado para objetos/pessoas/animais de pouca ou nenhuma qualidade. (O antonimo do nosso blog... modeeeesta)
Jojoca: soluço (owo) "o bebe tá com jojoca, bota uma bolinha do cobertor na teste dele" Aqui a gente coloca a bolinha do algodão, Kha, não arranca fiapo do cobertor (de algodão) não.
Juntar: Pegar algo que caiu no chão. Ex: "Junta aquela caneta pra mim." quando cai a caneta no chão vocês falam o que? Resposta para a pergunta de Kha: Pega aquela caneta pra mim.
Jure! expressão de incredulidade :O jura que vocês não falam jura? Aqui a gente fala "jura?" ou "sério?"
Jururu: quieto to meio jururu hoje, meio quieta, sem vontade de viver! Não falamos muito, mas sabemos o que é.
Leite quente: designa o morador de Curitiba pelo sotaque eu falo leitE quentE mesmo, afinal, termina com E e não com I Ponto pra você!





Levar um pacote: cair de moto não só de moto, cair de qualquer jeito Quando a gente sai do supermercado, a gente sai levando um monte de pacotes.
Linguiça: embutido para churrasco. Aqui tudo que não é salsicha, é linguiça, exemplo: calabreza, portuguesa, mista, alemã, de frango, de peru, paio, de carneiro, etc.




Mala : pessoa chata, desagradável não fala mala aí? fala o que então? que gente mala hein Aqui fala mala também! Ou então: que sujeito uó!
Maloquero: vadio, vagabundo, arruaceiro, sujeito suspeito ou vileiro, como eu já tinha dito antes Aqui também fala assim, tirando o vileiro.
Média: xícara de café com leite, pingado
Migué: dar o golpe, passar os outros para trás. miguezeiro é a pessoa que gosta de dar um migué
Mimosa: mixirica, bergamota, tangerina vou pegar uma mimosa ali na cozinha! Maneira carinhosa de se chamar uma vaquinha. Inclusive tem na propaganda do nissin miojo.
Na faixa: no vascão, tudo o que é sem custo, gratuito aquela balada é na faixa pra mulheres Local onde o pedestre deve atravessar e o motorista se parar em cima é multado.
Nabas: porcaria Femino plural do nabo (é onda!)
Não dá nada...: não tem importância, fique tranquilo... "quebrei meu computador... não da nada, vou comprar outro mesmo"
Nega-maluca: bolo de chocolate com cobertura (num disse que adoooram dar nome às coisas já nomeadas!) ué gente, nega maluca... vocês não comem nega maluca não? Aqui é sinônimo de gente, não de bolo. Aqui em casa a gente chama esse bolo de Bolo de Li (a menina que trabalha aqui).
Nhápa: lambuja - Ex.: Você compra 12 bananas e ganha duas de nhápa (de brinde!) Confesso que só entendi quando Kacau explicou.
Opera: Ópera de Arame (local turístico) linda por sinal






Ospra: o mesmo que "pô". Expressão de origem polaca
Pão com vina: cachorro quente (vina é salsicha!!! Deve vir de Salsicha Viena, né? Ou não?) vina é uma coisa, salsicha é outra... vocês que não sabem diferenciar as coisas! Vamos lá, vina é a salsicha que a gente conhece aqui.






Patente: vaso sanitário Pra mim tem a ver com hierarquia (exemplo de patentes: major, sargento)
Penal: estojo para lápis, canetas, etc Minha mãe divina, isso porque antes os lápis eram de pena. kkkkkkkkkkk
Piá: garoto, menino agora que vocês já sabem não vou mais precisar me controlar na hora de escrever... piá é muito natural pra mim! Esse eu conheci por causa do Emanuel.
Pila: dinheiro é mais como real... tipo: "mãe me empresta 10 pila" Aprende essa quando fui à Floripa!
Podar: ultrapassar um veículo "vai pai, poda logo esse caminhão que eu to apurada" Aqui podar é aparar os ramos, tipo Edward Mãos de Tesoura.
Polaco(a): 1. polonês/polonesa 2. qualquer espécie de pessoa loira Babi é polaquinha
Pousar / posar: dormir na casa de alguém. Ex: Você vai posar na casa da sua tia?
Quati: moleza, preguiça minha mãe adora falar essa pra mim: "acordou com o quati hoje hein Kharina"
Quedê ou quedê-lhe: onde está? Ex.: Quedê-lhe o meu jornal? hahahahah to vendo minha vó falando
Salsicha: linguiça alemã. Pra gente salsicha = vina.





Setra: estilingue, bodoque, atiradeira.
Sinaleiro, sinal: semáforo





Socorro: estepe, pneu reserva.
Tigre, tigrada: gente brega domingo não dá pra ir no shopping, só tem tigrada
Tipo assim: expressão explicativa, introdutória para qualquer assunto. A finalização de uma frase que começa com "tipo assim" geralmente é "tá ligado?" como vocês devem ter percebido, falo muito: tipo assim Aqui também se fala tipo assim, mas o "TI", certamente, é pronunciado de outra forma :P
Tongo: individuo com pouca inteligência aaahh vocês que são tudo tongo (plural singular) e não entendem o que eu falo
Trincheira: viaduto Na guerra, os soldados se escondiam dentro dos viadutos...
Varde: sem serviço, sem ter o que fazer: Ex. Ela está de varde!!! tô de varde hoje, ainda bem.
Vina: como é conhecida a salsicha (sem ser alemã) lá no Paraná. Aqui a gente chama salsicha!
Zorba: todo tipo de cueca, independente da marca.

Terminamos assim nosso post a três mãos! Bom demais né?
Então... até o próximo! O derradeiro, o último! Dessa vez com a ajuda de Babi, nossa carioca!
Beijos volupiosos de Kacau, Mai e Kha!

Fonte: Geocities - Curitiba Hoje. Dicionário de Curitibês e Dicionário de Curitibês 1
UPDATE: Não fiz o post, não ajudei, mas como amei tudo coloridinho e fui mega citada no mesmo eis aqui a minha cor e e meus beijos cheios de volúpia também

11 comentários:

Kha disse...

hahahahahahahah me diverti fazendo esse post!

tem palavras que nunca ouvi falar aí, mas a maioria já ouvi e falo muitas vezes!

vai ser engraçado esse nosso encontro... ngm vai se entender!

Fernanda Reali disse...

Sou gaúcha de Porto Alegre e achei muitas paranaenses iguais às nossas(uns 90%). Meu marido é gaúcho tb, meus filhos são cariocas que chiam (ixpertoss, goxxxtosos), nossa empregada é baiana do interior, então aqui em casa é uma confusão de sotaques.

Ontem minha filha disse: mamãe, me ixplica como trocarrr ach corech doch poxxtch. O quê ??? Ela queria que eu a ensinasse a mudar a cor da letra em cada post de seu blog. Chiou tanto que eu não conseguia entendê-la!

Informação histórica sobre "tigrada": expressão pejorativa que designa pessoas de classe baixa. Vem dos antigos escravos do Rio e do Recife que tiravam os dejetos das casas abastadas para lançá-los longe. Carregavam-nos em tinas na cabeça. Os respingos manchavam sua pele que ficava "tigrada". Não achei meu livro que explica isso, mas aqui tem um link semelhante:

http://books.google.com.br/books?id=fBLbtdVCoegC&pg=PA81&lpg=PA81&dq=escravos+dejetos+tigres&source=bl&ots=JWilsWJWsQ&sig=W-V7Bl-B1DSY4Ap_-nIn20Ipzps&hl=pt-BR&ei=L9xPSp26DJ2_twfBsqyuBA&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=3

Este comment ficou um post!
Bjs...

Kacau disse...

vai ser nhá? pra cá, nhá? pra lá... kkkkkk e eu vou amar! eita que rimou tudim hihihi

Babi disse...

Ahuashuahsu muito bom! Esse encontro vai ser uma loucura! MEGA ansiosa!

Fernanda, eu não chio quando falo não! :/ E digo logo sotaque carioca é o melhor que há ahsuahsuhasuh
Fê adorei a informação!

Gente eu chio falando??? :/ encuque

Kha disse...

fala babi! e muito ahaha

Mai Gonçalves disse...

esse do tigre eu acho que vi no filme "Quanto vale ou é por quilo". A Fernanda falou e eu lembrei :D.
Lá na casa da babi vai ser mesmo uma salada de sotaques. Kha vai ter uma dificuldade em entender o que vamos falar (ela diz q eu falo muito rápido).
obs: babi vc fala sim chiando :P

Babi disse...

to me sentindo uma chaleira :/
eu não chio(to miando e chorando)
ahsuahsuhs

Anônimo disse...

Muito boom esse post!!
me esclareceu um mói de coisa que eu ouvia e nao entendiaa!!

:*:*

Kacau disse...

adorei os coments e as elucidações (eita como falei chique!) quem ve pensa... to mais pra esse jeitinho de falar do anonimo aí em cima :P

Tacy ; ) disse...

aaaaah muitoo bom esse Post, morri de rir aqui com alguns vocabularios...Parabens meninas!

Ju disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk
pelo menos eu tenho Mai e Kau pra me entenderem a vontade! hahahahahaha (:
o do estarelete foi o melhor, meia hora processando o que seriam os maloca da cidade aqui vendo folhinha de zona azul! ahahhaha
adoro mix cultural, daí!