segunda-feira, 2 de maio de 2011

Glee 2×18 - Born This Way

Muita gente chamou o episódio “Born This Way” de “episódio Lady Gaga”. Realmente foi, mas não em termos de homenagens, mas no sentido de usar a ideia de sua música. Auto estima e aceitação foram palavras de ordem.

Desde o início do episódio eu me senti totalmente inserida na temática proposta. Que atire o primeiro espelho aquele que nunca reclamou da própria aparência ou deu um discurso semelhante ao de Santana no início. “Tá incomodado com a aparência? Então vai lá e muda”. Em muitos casos eu acho isso válido, não condeno cirurgia plástica, mas tem coisas que simplesmente não podem ou não precisam ser modificadas. 

Por outro lado, existem coisas que não só podem, como precisam mudar. É o caso do TOC de Emma, que, como foi dito semana passada, finalmente está saindo da categoria cômica para ser tratado como verdadeiro problema que é.

Rachel viveu um drama que já foi vivido por Lea Michele quando ela tinha a mesma idade da personagem: o nariz. Lea também considerou uma rinoplastia, mas ela e a mãe acabaram decidindo que não era o melhor pra ela. Resultado: hoje ela é considerada uma das pessoas mais lindas do mundo.

A música que Rachel e Quinn cantaram foi a minha preferida do episódio, fiquei com a melodia na cabeça, muito boazinha de cantar e perfeita para o tema:

video
Créditos

Quando se trata de lição de moral e ser uma boa pessoa, Finn é expert em dar exemplo. Como sempre ele foi o bom garoto e juntar sua dança assassina com a perfeição da dança Asian foi demais, chorei de rir dos passos desengonçados que Cory Monteith dá, até pra andar ele se atrapalha.

video
Créditos

E o segredo de Quinn, hein? Glee sempre pode surpreender. Foi surpresa também saber que Lauren Zizes sonha com concursos de beleza, quem será que leva melhor entre ela e Quinn? A pessoa que é como a minoria e consegue vencer ou a que conseguiu mudar? Jacob, que é sempre muito útil (mentira) aponta a coroa nas mãos de Quinn, será que o jogo muda? Tou sabendo algumas coisas pelos spoilers, mas isso a gente comenta depois.

Kurt finalmente voltou e graças a Santana e seu apurado Gaydar. Quanto tempo será que dura esse disfarce  dela com Karofsky? Enquanto ele estiver deixando Kurt em paz pra mim podia durar pra sempre, coisa que obviamente não vai acontecer.

Tava passando da hora já daqueles Warblers coadjuvantes darem o fora mesmo, sinceramente. A despedida deles pelo menos foi em grande estilo, somando mais uma ótima música ao episódio:

video
Créditos

Mas não some, tá, Blaine? O passa fora é só pra os marionetes mesmo.

Kurt, claro, já voltou arrasando e tinha que cantar algo que fosse no mínimo nesse nível:

video

Sem falar que ele arrasou na Barbra-vention no shopping. Só ele pra saber que alguém como Rachel e ele próprio não conseguem ser indiferentes aos ideais de seu ídolo. 

video

E pra coroar o episódio, foi hora de todo mundo assumir seu "Born This Way" cantando a música de sua professora favorita: Gaga! 

Alguém ainda consegue não amar Britt? Santana, assume que é Lebanese logo!

Sem dúvida um dos melhores episódios de Glee, eu sabia que compensariam a fraqueza da outra semana, vamos ver o que nos aguarda amanhã, mas algo me diz que vai ser no mínimo engraçado:


Que fique aqui registrado mais uma vez meu feliz aniversário para Kha, como prova de minha amizade, carinho, amor e dedicação, eu deixo você ser Rachel hoje, tá? Mas só hoje.

1 comentários:

Kha disse...

Oba, vou aproveitar meu dia de Rachel e sai cantando pela rua!

Episódio MARA! Adorei o flash mob Barbra no shopping.