quinta-feira, 24 de março de 2011

Glee 02 X 16 - Original Song

Eu realmente não consigo entender como alguém pode não gostar de Glee, principalmente depois de episódios como esse.

Muita coisa aconteceu, vamos por partes, começando pelo triângulo Rachel – Finn – Quinn. Eu sou a pessoa mais besta pra torcer pra casal, juntou uma pessoa com outra e eu já tou me derretendo, mas pra mim já deu disso. Eu fiquei feliz por ver que Rachel não se intimidou com Quinn e continuou firme nas suas escolhas, em outros tempos ela baixaria a cabeça e desistiria do que quer, mas por mais que eu goste dela com mais atitude e confiança, sejamos sinceros, Finn não ta com essa bola toda. É meio óbvio se quando a série retornar eles voltem a ficar juntos, estou torcendo pra que Rachel esteja só mostrando pra ela mesma que é capaz e parta pra outra.

Finalmente rolou o beijo entre Kurt e Blaine, eu já tava pensando que não aconteceria mais. A forma como Blaine se deu conta de seu amor durante “Blackbird” foi linda


O beijo foi bem mais intenso do que eu imaginei que seria, uma cena corajosa. 

Também amei que Kurt finalmente verbalizou minha reclamação tão constante da quantidade de mesmice e monopolização de solos musicais de Blaine nos Warblers, tava chegando num ponto em que ele tinha mais solos que a própria Rachel. Que arregões aqueles meninos da Dalton Academy, tudo conformados em ser sempre coadjuvantes e deixar o outro levar o grupo nas costas. Kurt é mais macho que eles tudinho ali.

O episódio se chama “Original Song”, mas que bom que tivemos SongS. Bem legal todos participarem do processo de criação das próprias músicas, a de Santana é disparada a mais engraçada e mostra mais uma vez como Naya Rivera é ótima cantora e intérprete


Puck também mandou muito bem se redimindo com Lauren (larga dela, Puck) e a música de Mercedes poderia tranquilamente representar o Glee em alguma competição, muito boa.


“Loser Like” me e “Get it Right” nós já conhecíamos, mas ficaram especialmente boas inseridas no contexto da história, fiquei arrepiada durante toda a música enquanto Lea Michele cantava, ela interpreta tão bem que podia cantar as coisas mais absurdas do mundo e me emocionaria da mesma forma.

O New Directions sair campeão das regionais não foi surpresa, aconteceu o mesmo temporada passada, mas foi legal ver os Losers levando mais uma. A questão que intriga agora é como eles vão conseguir superar algo como a criação de músicas originais pra vencer as nacionais. Aliás, superação é uma coisa que eles vão realmente precisar pra levar a melhor na competição dessa vez, ou vocês acham que Sue vai desistir tão fácil? Isso pra não falar do Vocal Adrenaline e Sunshine (Charice).

Infelizmente Glee só volta mês que vem, vamos ter que amargar todo esse tempo sem. Foram muitas músicas nesse episódio, vou deixar aqui em baixo o link de todas pra quem quiser conferir as que não entraram no post.

Ah, essa postagem é uma homenagem póstuma a Pavarotti, ídolo Warbler. Que ele descanse em paz e cause muito no céu dos pássaros.


2 comentários:

Kha disse...

Pra mim, melhor episódio da segunda temporada até então!

Adorei TODAS as musicas.

Mokka disse...

O melhor episódio com certeza!! Foi engraçado, emocionante.. as músicas foram demais, não quis ouvir antes, pra ouvir no episódio e foi de arrepiar :DDD